19 05 2017

Aconteceu na manhã dessa sexta-feira, 19/05, no auditório Sepúlveda Pertence do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDF) a abertura da 17ª edição do Programa Cidadania e Justiça na Escola. A solenidade marcou o reinicio das atividades e enfatizou o fortalecimento da cidadania na sociedade brasileira e a consolidação da cultura de Justiça nas futuras gerações.

A cerimônia foi aberta com a apresentação musical da cantora Nicole Luz, participante da 1ª edição do The Voice Kids, e contou com a participação do Presidente da Associação dos Magistrados do Distrito Federal - AMAGIS/DF, Juiz Fábio Francisco Esteves; do 2º Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, Desembargador José Jacinto Costa Carvalho Carvalho, representando o presidente da Casa, Desembargador Mário Machado Vieira Netto; do Juiz Omar Dantas, representando o Corregedor de Justiça do DF,Desembargador José Cruz Macedo; o Secretário Adjunto da Secretaria de Estado de Educação do DF, Clovis Lucio da Fonseca, representando o Secretário de Educação do DF, Júlio Gregório Filho; e da Gerente de Comunicação Social da Poupex, Carla Siqueira Alcântara; além professores e cerca de 120 crianças de quatro escolas convidadas para prestigiarem o evento. 

Na abertura do evento, o Presidente da Amagis - DF, Juiz Fábio Francisco Esteves, após agradecer ao apoio do Presidente do TJDFT e das entidades parceiras, lembrou a importância dos professores “seres iluminados" que acompanham diariamente os alunos. O juiz lembrou que o Programa foi criado há 17 anos, época em que a maioria das crianças ali presentes sequer haviam nascido. Para o magistrado, o Programa permite o diálogo de atores do Judiciário com a sociedade e os alunos, que "não são o futuro, mas o presente", a quem "devemos dedicar o nosso trabalho".

Na ocasião, o 2º Vice-Presidente do TJDFT, Desembargador Costa Carvalho, ressaltou que o Programa aproxima os estudantes do Poder Judiciário, prática que chamou de "justiça preventiva". Por fim, desejou boa sorte aos estudantes, "aqueles que são a razão deste programa", em busca de uma "nação mais pacífica, ética e republicana".

Ao fazer o uso da palavra, o Secretário Adjunto da Secretaria de Estado de Educação do DF, Clovis Lucio da Fonseca, reforçou a importância da ação para a Secretaria de Educação do DF, ressaltando ainda a força da união entre entes públicos para a busca de uma sociedade mais justa.

A Gerente Executiva do Centro de Comunicação da Poupex, Carla Siqueira de Alcântara, falou da parceria com as instituições públicas e da importância em patrocinar o evento, desde 2003.

 

Sobre o programa

O programa objetiva promover encontros entre magistrados, alunos e professores do 5º ano do ensino fundamental de escolas públicas para debaterem sobre direitos e deveres, organização do Estado, a função do Poder Judiciário e dos profissionais do Direito, além de conceitos relevantes para a formação do cidadão, como ética, justiça e cidadania. O conhecimento dos direitos e deveres afasta a violência, alcança o comprometimento do cidadão com futuro do País e acolhe o valor de Justiça Preventiva.

Para as atividades, alunos e professores recebem uma cartilha em forma de revista em quadrinhos que traz, de maneira didática e simplificada, explicações sobre as questões que serão posteriormente debatidas com os magistrados. O assunto é explorado em sala de aula e nas visitas do programa, o conteúdo da cartilha é detalhado pelos magistrados numa conversa informal, com espaço para dúvidas e comentários, possibilitando uma melhor compreensão dos temas abordados na publicação.

Neste ano, o programa pretende atender cinco regionais de ensino: Brazlândia, Núcleo Bandeirante, Plano Piloto, Recantos das Emas e  Paranoá – abrangendo cerca de 110 escolas e alcançando 10 mil alunos - em visitas regulares dos magistrados às escolas..

Em 2016, o Programa Cidadania e Justiça na Escola atendeu cerca de oito mil crianças, de 200 escolas públicas do DF. Durante o ano, o programa contou com o apoio de 23 Magistrados, sendo 21 Juízes e os Desembargadores Flávio Rostirola e Sandoval Gomes de Oliveira e encerrou as atividades com uma grande festa de premiação aos vencedores do concurso Talmirim, realizado nas modalidades redação, música, arte, dança, teatro e literatura.

No mês de julho a Amagis irá disponibilizar o calendário de visitação nas escolas. Magistrados interessados em participar do Programa devem entrar em contato com a Secretaria Executiva da Amagis, pelos telefones 3103-7873 e 3103-7548 ou pelo e-mail amagis@tjdft.jus.br.

 

ASCOM/Amagis-DF -  19 de maio de 2017