26 06 19

A história de vida do juiz Fábio Esteves, presidente da Associação dos Magistrados do Distrito Federal – Amagis/DF e titular da Vara Criminal e Tribunal do Júri do Núcleo Bandeirante, foi destaque em matéria do portal de notícias Metrópoles, divulgada na última terça-feira, 25/6.

A matéria ressalta as dificuldades para estudar que o magistrado e seus irmãos enfrentaram na infância, no interior do Mato Grosso do Sul. Fábio Esteves é filho de um trabalhador rural analfabeto e uma empregada doméstica. Ele só iniciou os estudos aos sete anos de idade e, pela dificuldade de acesso à unidade educacional em razão da distância, teve que contar com a colaboração da professora para poder estudar e não perder as aulas.

“A gente morava dentro do colégio mesmo, na sala de aula. Era muito longe para meu pai nos levar todo dia, então ele implorou para que a professora cuidasse de nós, tudo para não perdermos nada. Quando a aula acabava, era arrumar o local e se preparar para dormir”, destacou o juiz em entrevista concedida ao site.

A reportagem aborda, ainda, toda a trajetória profissional do magistrado, que contou com a ajuda de duas professoras e juízas do TJDFT para conseguir a aprovação no concurso do Tribunal – a juíza aposentada Carla Patrícia e Marília de Ávila Sampaio, titular do 6º Juizado Especial Cível de Brasília.

Clique aqui e confira a íntegra da matéria.