28 1 2019

O Programa Cidadania e Justiça na Escola reiniciou suas atividades na última sexta-feira, 25/1, com a realização de uma reunião com a Juíza Geilza Diniz, que assumiu a coordenação do programa, e a Diretora de Educação do Campo, Direitos Humanos e Diversidade da Secretaria de Educação do DF, Ruth Meyre Mota Rodrigues. Durante o encontro foram definidas as novas diretrizes do programa e houve o reajuste do cronograma de atividades.

O projeto, que é parte integrante das ações promovidas pela Associação dos Magistrados do DF (Amagis-DF) desde 2000 e conta com o apoio da AMB, do TJDFT e patrocínio da Poupex, tornou-se referência no Judiciário brasileiro.

O programa Cidadania e Justiça na Escola busca levar noções de cidadania e justiça para os estudantes do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de ensino, preparando a futura geração para agir de forma consciente. O aprendizado abrange noções não só jurídicas, mas também incentiva as crianças a travarem suas relações na sociedade com mais respeito e alteridade, solidariedade e cordialidade, ética e dignidade.

Com o objetivo principal de transmitir uma conscientização sobre a importância do programa, está sendo estudada uma reestruturação na sua 19ª edição, a qual contemplará reuniões com magistrados, equipes pedagógicas, professores e coordenadores das regionais de ensino.

A partir de agora, o programa pretende contar com a participação de um número maior de magistrados voluntários que levem aos pequenos da rede pública parcela de seus conhecimentos, no sentido de engrandecer o desenvolvimento do programa e, consequentemente, contribuir para o fortalecimento da cidadania na sociedade brasileira, consolidando a cultura de paz e justiça nas futuras gerações.